" É feliz quem a Deus se entrega e orienta seus passos no Senhor! " (sal 1)

Páginas

16 de outubro de 2010

O PAPA , A IGREJA E A FOME


 O Papa Bento XVI escreveu uma mensagem ao diretor-geral da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO, na sigla em inglês), Jacques Diouf, por ocasião do Dia Mundial da Alimentação 2010. 
 
A data é celebrada nesta sexta-feira, 15, e tem como tema "Unidos contra a Fome"."A Igreja está sempre pronta a trabalhar para derrotar a fome", assegura o Pontífice na mensagem.
 
O Papa lembrou que é preciso dar ao setor da agricultura sua apropriada importância."Todos precisam dar prioridade a um dos mais urgentes objetivos da família humana: a libertação da fome. 
A fim de alcançar essa liberdade, é necessário assegurar não somente que o alimento suficiente esteja disponível, mas também que todos tenham acesso diário a ele", complementa. O Bispo de Roma destaca a caridade como meio capaz de colocar um fim às divisões e conflitos, tornando os bens da terra acessíveis a todos os povos. 
 
Ele recorda também que o autêntico desenvolvimento humano não pode levar em consideração apenas a satisfação das necessidades materiais da pessoa. O desenvolvimento autêntico não está simplesmente em função do que uma pessoa 'tem', mas deve abranger valores mais elevados de fraternidade, solidariedade e bem comum", defende.

O Santo Padre salienta a responsabilidade dos países desenvolvidos em providenciar auxílio às crescentes necessidades do mundo. "Eles não podem simplesmente permanecer fechados em si mesmos: tal atitude não ajudaria a resolver a crise", diz.

Finalmente, indica que a eliminação da fome e desnutrição exige que os obstáculos dos interesses próprios sejam superados e deem lugar a uma "frutífera gratuidade, manifestada na cooperação internacional como expressão de genuína fraternidade".
Fonte: Canção Nova

0 comentários: