" É feliz quem a Deus se entrega e orienta seus passos no Senhor! " (sal 1)

Páginas

22 de março de 2016

O DESAFIO DA FÉ





Tenho refletido e partilhado inúmeras vezes, ainda que pareça repetitivo aos que me conhecem, esta passagem do Evangelho: Mt 14, 22 – 32.
Logo que entrei na grande aventura do amor de Deus, fui presenteada com a palavra FÉ e, desde então, ela tem me acompanhado.
Acredito que a fé, em minha vida, é como o combustível em um carro. Sem ele o carro não anda. Lembro-me de uns bons anos atrás, que depois de uma longa fase de economia, comprei meu Fusca ano 81. Era uma relíquia, todo limpinho, manutenção em dia, e claro, o cuidado para não faltar gasolina. Mas um dia, por descuido, apesar de estar tudo bem, ele não andava, pois não tinha combustível.
Para nós cristãos, não é diferente. Posso ir à missa todo domingo, fazer esmolas na quaresma, rezar as mil ave-marias, mas se andar no “automático”, sem uma decisão bem firme de fé, capaz de superar minha razão e intelecto, Deus não poderá fazer muita coisa em mim.
Quando vierem os ventos contrários, quando parecer que estamos andando contra a maré, quando surgirem os grandes desafios, o que me sustentará é a experiência real que fiz com o Senhor. Muitos, na passagem de Mateus, se detêm no fato de Pedro ter afundado. Eu prefiro enxergar a fé que, apesar de muitos estarem na barca, somente Pedro teve e a coragem de andar nas águas, sem terra firme, porque fixou os olhos e o coração no Senhor.
Fico imaginando as vozes dos outros discípulos gritando, advertindo Pedro que não saísse da barca, porque a lógica humana é que ele afundaria nas águas. Mas Pedro ficou surdo naquele instante, e só ouviu a voz do Senhor que disse no versículo 29: “Vem”.
Em nossa vida acontece o mesmo. Dificuldades e desafios estão sempre presentes, a dor da traição, o desemprego, a dificuldade financeira, a doença inesperada, e muitas, muitas vozes que gritam em nosso redor: “Não há mais jeito, esse caso não tem solução, não há mais o que fazer.” E humanamente estas vozes estão certas. Há como que uma avalanche de todos os lados querendo abafar a nossa fé, nos tirar a esperança, porque em determinadas situações parece que não temos mais o que fazer, ficamos impotentes. Gosto de falar daquilo que experimento em minha vida. Esperar em Deus é muito desafiador, mas está na Palavra: “Há, todavia, uma coisa, amados, que não deveis esquecer: que para com o Senhor um dia é como mil anos e mil anos como um dia.” II Pd 3,8
Você acredita nesta palavra? Acredita queo impossível de sua vida pode tornar-se realidade? Que o Senhor pode ainda hoje transformar sua vida por maior dificuldade que você esteja passando?
“Para Deus nada é impossível.” Lc 1,37
Deus está esperando uma resposta sua. Não importa o que os outros digam, Deus se manifestará a partir de sua fé, e quanto mais acreditarmos, mais Ele poderá se manifestar. Deus não age num coração incrédulo. Se você mesmo não acredita no milagre, como Deus poderá intervir?
Acredite, sonhe, tome posse do milagre antes dele chegar. E então o Senhor cheio de alegria lhe dará a vitória.
Deus o abençoe!
Cláudia Hammes Dias



1 comentários:

Carina Nardello disse...

É isso mesmo! A fé remove montanhas! E a mim, que conheço pessoalmente a Claudinha, esse artigo é mais vivo! Não conheço pessoa com maior fé! Deus te abençoe, minha irmã, e me dê um grãozinho dessa fé!