" É feliz quem a Deus se entrega e orienta seus passos no Senhor! " (sal 1)

Páginas

25 de maio de 2014

Uma consagração de famílias

Uma consagração de famílias 



Neste dia 25 de maio, mais uma vez, os membros da comunidade Fonte Nova se reúnem diante da Cruz de Jesus e do sacerdote para renovar os votos de viver na condição de consagrado ou discípulo desta comunidade de aliança. Isto significa renovar por mais um ano o compromisso de obedecer as regras de convívio fraterno, anúncio do evangelho, vida de oração e busca dos sacramentos, formação pessoal e comunitária e serviço.
A cerimônia consiste em uma missa em que, em determinado momento, a começar pelo fundador da comunidade, Otávio Pereira, em voz alta se assume, diante da Igreja,o chamado à consagração desta comunidade, no período de um ano, prometendo ser fiel ao carisma e aos compromissos propostos, sob os votos de pobreza, castidade e obediência. Assim, procedem os demais por ordem de antiguidade na caminhada, cada qual acrescentando o estado de vida em que esta consagração deve se realizar.
A propósito, esta é uma das grandes características das novas comunidades. O consagrado pode ser casado, solteiro ou viúvo desde que viva conforme seu estado de vida lhe exige e seja fiel ao que prometeu na consagração.Trata-se de uma consagração de famílias, mesmo que apenas um dos cônjuges se sinta chamado a vida consagrada, pois independentemente do estado de vida, todos temos uma para com os outros amor fraternal e formamos uma imensa família do carisma a qual muitos se aproximam e somam a nós como amigos, colaboradores, familiares dos consagrados, e outros.
Assim, a família Fonte Nova vai cumprindo o que está escrito em Atos 2, 42. 44
 "Perseveravam eles na doutrina dos apóstolos, na reunião em comum, na fração do pão e nas orações. Todos os fiéis viviam unidos e tinham tudo em comum."

O SENHORIO DE JESUS

Caros irmãos e irmãs,
Graça e paz!
O começo de tudo está em aceitarmos a vontade de Deus, o que chamamos de Senhorio de Jesus, em nossas vidas.

Daí vem a necessidade de estarmos em oração todos os dias, vivermos pertinho do coração de Jesus, como o apóstolo João, pois a oração nos leva para frente fortificando a nossa fé, e nos dando esperança para vencermos a tentação do desânimo e as forças contrárias à nossa felicidade e liberdade de filhos de Deus.
Precisamos combater pela oração. O Catecismo da Igreja Católica nos fala que a oração é sempre um combate, por isso, precisamos estar sempre lutando para que a vitória aconteça em nossas vidas.

Não sei qual a vitória que hoje você precisa, mas posso afirmar que o Senhor Jesus quer dá-la a você. Ele só espera por sua decisão para começar a transformar as realidades que estão acima de nossas forças humanas.

Refiro-me às forças acima de nós porque muitas destas ocasiões estão permeando nosso trabalho, nossas famílias, nossos amigos e até mesmo nossos próprios sonhos. Como nós podemos ver, precisamos viver sob o Senhorio de Jesus, assim os nossos problemas também serão os problemas de Jesus, como diz a Bíblia: “Quem vos atingir é a mim que está atingindo”, ou também “não toqueis nos meus profetas”, ou quando o Senhor diz que somos “a pupila de seus olhos”.

Para sabermos se estamos vivendo a vida na graça de Deus, precisamos fazer uma pergunta apenas: O que Deus quer de mim? Se estivermos vivendo essa resposta estaremos na graça.
               
        Espero que você possa experimentar em sua vida a maravilha que é estar no Senhorio de Jesus (viver Sua Palavra) e agir como Maria que nos mostrou como é fazer a vontade de Deus.                       
                Com uma frase dela concluo: “Fazei o que Ele vos disser” (Jo 2, 5b)



Otávio Pereira

0 comentários: