" É feliz quem a Deus se entrega e orienta seus passos no Senhor! " (sal 1)

Páginas

22 de maio de 2016

SANTÍSSIMA TRINDADE


Domingo, 22 de maio – Angelus com o Papa Francisco na Praça de S. Pedro. Grande multidão saudou o Santo Padre que da Janela do Palácio Apostólico afirmou que com a Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo podemos ser fermento de comunhão e misericórdia.

No Evangelho deste Domingo da Santíssima Trindade – disse o Santo Padre – o “Evangelho de S. João apresenta-nos o discurso de adeus, pronunciado por Jesus pouco antes da sua Paixão”, no qual explica aos seus discípulos “as verdades mais profundas que lhe dizem respeito; e assim é delineada a relação entre Jesus, o Pai e o Espírito”.
Jesus sabe de estar perto da realização do desígnio do Pai que se cumprirá com a sua morte e ressurreição; por isso quer “assegurar aos seus que não os abandonará, porque a sua ação será prolongada pelo Espírito Santo” – sublinhou o Papa.
O Espírito Santo – segundo Francisco – “guia-nos nas novas situações existenciais com um olhar dirigido a Jesus e, ao mesmo tempo, aberto aos acontecimentos e ao futuro”.
E o mistério da Trindade fala também da nossa relação com o Pai, o Filho e o Espírito Santo – afirmou o Papa – pois “esta ‘família divina’ não está fechada em si própria, mas é aberta e comunica-se na criação e na história”. O “horizonte trinitário de comunhão envolve-nos a todos e estimula-nos a viver no amor e na partilha fraterna” – declarou o Santo Padre.
Desta forma, “a Festa da Santíssima Trindade convida-nos a empenharmo-nos nos acontecimentos do quotidiano para ser fermento de comunhão, de consolação e de misericórdia” – afirmou Francisco.
Após a oração mariana do Angelus destaque para as palavras do Papa Francisco acerca da 1ª Conferência Humanitária Mundial que visa “refletir sobre as medidas a adotar para ir de encontro às dramáticas situações humanitárias causadas pelos conflitos, problemáticas ambientais e extrema pobreza. O Santo Padre pediu orações para que os participantes nesta conferência “se empenhem plenamente em realizar o objetivo humanitário principal: salvar a vida de cada ser humano”.
Destaque também para a referência do Santo Padre para o dia 24 de maio, terça-feira, no qual, os fiéis católicos na China celebram a memória da Bem-aventurada Virgem Maria “Ajuda dos Cristãos”, venerada no Santuário de Sheshan em Shangai. “Neste Ano Santo da Misericórdia” possam os católicos chineses, juntamente com os que seguem outras nobres tradições religiosas, tornarem-se sinal concreto de caridade e reconciliação. Dessa forma, promoverão uma autêntica cultura do encontro e a harmonia da inteira sociedade” – declarou o Papa Francisco.
Importante referência do Papa para o Beato Francisco Maria Greco, sacerdote diocesano, fundador das Irmãs Pequenas Operárias dos Sagrados Corações. Entre os séculos XIX e XX foi animador da vida religiosa e social da sua cidade, Acri, onde exercitou o seu fecundo ministério. “Demos graças a Deus por este padre exemplar” – afirmou Francisco.
O Santo Padre pediu aos fiéis para que rezem por ele e a todos desejou um bom domingo e um bom almoço.
Fonte: Rádio Vaticano.

0 comentários: