" É feliz quem a Deus se entrega e orienta seus passos no Senhor! " (sal 1)

Páginas

17 de maio de 2016

VIVER PARA MIM É CRISTO

O cristão é chamado a conformar-se com Cristo até poder dizer junto com o apóstolo Paulo: “Para mim o viver é Cristo” (Fil 1, 21), e “tudo o mais considero como lixo” (cf. Fil 3, 8).
Loucura? Na visão carnal, sim: loucura total! Quando a família carnal de Jesus soube que Ele pregava o Evangelho sem parar nem mesmo para comer, disseram: “Enlouqueceu!” (cf. Mc 3, 20s).

Jejum, sacrifícios, castidade, perdão aos inimigos... realmente são loucuras se estiverem separados daquilo que lhes dá sentido: o Amor! Não um amor carnal, mas o Amor divino.
E essa é a escolha que todo homem faz a todo instante: amor carnal ou Amor divino? De que “amor” eu quero me encher e transbordar?
Ser cristão significa ser de Cristo, tomar o título de “Cristo” por nome próprio, mergulhar nessa “loucura” de fé e de amor, e dizer como Paulo: “Não nos deixamos abater, pois, embora em nós o homem exterior vá caminhando para a ruína, o homem interior se renova a cada dia. Não olhamos para as coisas que se veem, mas para as que não se veem; pois o que se vê é transitório, mas o que não se vê é eterno.” (cf. IICor 4, 16.18)
O cristão é esse sinal do invisível no mundo. Vivendo a vocação específica à qual o Senhor nos chamou, sejamos sinais luminosos, eficazes, a indicar a vida divina, na certeza inabalável de que esse mundo passará, mas Deus não passará jamais. O que hoje é invisível para nós será a única realidade concreta na nossa vida futura.
Senhor, orienta-me em cada decisão e em minhas atitudes diárias, para que eu possa viver unida a Ti, a verdadeira vida que és Tu!
Carina Nardello

0 comentários: