" É feliz quem a Deus se entrega e orienta seus passos no Senhor! " (sal 1)

Páginas

10 de outubro de 2016

“SÊ FORTE E CORAJOSO!”

                       
 A Sagrada Escritura está cheia de exortações à coragem e à perseverança. Todos os personagens bíblicos encontraram adversidades e precisaram enfrentá-las com coragem. “Sê forte e corajoso”(cf. Js 1, 6) é uma ordem de Deus para seus eleitos.
Após o pecado original, Deus disse à mulher: na dor darás à luz filhos e teu marido te dominará. E ao homem: com sofrimentos e com suor tirarás o teu pão do solo (cf. Gn 3, 16-19). E esta é a realidade deste mundo: a vida não é fácil, mas cheia de sofrimentos e desilusões. E será assim até o fim dos tempos quando Jesus voltará para renovar todas as coisas (cf. Ap 21).
Enquanto isso é necessário luta e esforço. E é por amor que Deus nos pede: “Prepara-te para a prova!” (cf. Eclo 2, 1). Como um pai atento e zeloso, Ele adverte e prepara seus filhos para os perigos e provas que virão.
“Conta uma história que um homem tinha um vizinho cujo "hobby" era plantar árvores no enorme quintal de sua casa. Ele observava da sua janela o seu esforço para plantar árvores e mais árvores, todos os dias. O que mais chamava sua atenção, entretanto, era o fato de que o vizinho jamais regava as mudas que plantava. Certo dia, os dois estavam conversando e o homem perguntou ao vizinho se ele não tinha receio de que as árvores não crescessem, pois percebia que ele nunca as regava. Foi quando ele descreveu sua fantástica teoria. Disse que, se regasse suas plantas, as raízes se acomodariam na superfície e ficariam sempre esperando pela água mais fácil, vinda de cima. Como ele não as regava, as árvores demorariam mais para crescer, mas suas raízes tenderiam a migrar para o fundo, em busca da água e dos vários nutrientes encontrados nas camadas mais inferiores do solo. Assim, segundo ele, as árvores teriam raízes profundas e seriam mais resistentes às intempéries. Logo depois o homem foi morar no exterior por muitos anos. Ao retornar à antiga residência notou um bosque que não existia antes. Seu antigo vizinho havia realizado seu sonho! O curioso é que aquele era um dia de um vento muito forte, em que as árvores da rua estavam arqueadas, entretanto, as árvores do quintal vizinho praticamente não se moviam, resistindo implacavelmente àquela ventania toda. As adversidades pela qual aquelas árvores tinham passado, tendo sido privadas de água, pareciam tê-las beneficiado de um modo que o conforto do tratamento mais fácil jamais conseguiriam.”
Às vezes, oramos demais pedindo facilidades, mas na verdade o que precisamos é pedir para desenvolver raízes fortes e profundas, que resistam às tempestades. Pois Aquele que não poupou Seu próprio Filho, quer fazer de todos nós um exército de vitoriosos.
Nossa geração usufrui de muitas tecnologias que tornam nossa vida mais confortável, sem dores, sem muito esforço. O estilo de vida atual tende a gerar pessoas obesas, sedentárias, acomodadas, medrosas. Por isso, é preciso sabedoria!
O Papa Francisco disse: “Não confundam felicidade com um sofá. (...) Para seguir Jesus é preciso uma boa dose de coragem, trocar o sofá por um par de sapatos e caminhar por estradas nunca sonhadas.” (JMJ 2016)
Que nossos ouvidos estejam bem atentos à voz do Senhor que hoje nos diz: “Ainda não resististes até ao sangue na vossa luta contra o pecado; e já vos esquecestes da exortação que vos admoesta como a filhos: ‘Filho meu, não desprezes a correção do Senhor, nem te desanimes quando por Ele és repreendido; pois o Senhor corrige ao que ama, e castiga a todo o que recebe por filho.’ É para a vossa correção que sofreis; é Deus que vos trata como a filhos. Pois qual é o filho a quem o pai não
corrige? Na verdade, na hora em que é feita, nenhuma correção parece alegrar, mas causa dor. Depois, porém, produz um fruto de paz e de justiça para aqueles que nela foram exercitados. Portanto, firmai as mãos enfraquecidas e os joelhos vacilantes! Tornai retas as trilhas para os vossos pés, para que não se destronque o que é manco, mas antes seja curado.” (Hb 12, 4-13)
Portanto, coragem! Revestidos da armadura de Deus resistiremos a todas as armadilhas do diabo (cf. Ef 6, 10s). O Senhor está conosco! Quem não desanimar alcançará a vitória!
Carina Nardello

0 comentários: